Sporting agradece a Vicente Moura e deixa mensagem: "Não podemos ficar contentes apenas com alguns sucessos"

O diretor de comunicação publicou, no Facebook, uma longa missiva, recordando que as modalidades do Sporting têm de ficar em... primeiro lugar


Nuno Saraiva, diretor de comunicação do Sporting, publicou um texto na sua página de facebook de agradecimento ao trabalho desenvolvido por Vicente Moura à frente das modalidades, reiterando que a saída de Alvalade se deveu a "problemas de saúde".

O funcionário do Sporting recordou, todavia, o trabalho desenvolvido pela atual direção em prol das modalidades. "Em termos de clube, não só isso foi feito como foram trazidas de volta, para já, duas modalidades históricas: o hóquei em patins e o ciclismo. Sendo que, no próximo ano, regressa também voleibol."

A missiva recorda ainda a inauguração do tão desejado pavilhão no próximo dia 21 de junho e que será a casa das modalidades que se querem campeãs, e nunca segundos lugares. "Aqui, no Sporting CP, não podemos ficar contentes apenas com alguns sucessos. Temos que aspirar a ganhar, vencer tudo. Não abdicamos da excelência e da exigência máxima. E, para o Sporting ser segundo tem de corresponder sempre a ser o primeiro dos últimos. Se não for assim, o que interessa servir este clube? Queremos agradecer o trabalho do Comandante Vicente de Moura que não queria, de facto, continuar devido à sua saúde e que, episódios recentes provocaram novos alarmes. Decidiu acrescentar mais comentários à sua saída. No que respeita ao presidente do SCP, este agradece a sua disponibilidade e trabalho mas promete aos Sportinguistas que continuaremos sempre a trabalhar de dentro para fora e não de fora para dentro, e a zelar pelos superiores interesses do clube. E estes são honrar e dignificar o desporto português e ganhar sempre."

Fotografia: Pedro Rocha / Global Imagens
@Jornal OJOGO
Share on Google Plus

Sobre Cortina Verde

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.

0 comentários: