Paulo Pereira Cristóvão: «Azevedo de Carvalho é o "pai do tetra" benfiquista".

Antigo dirigente lanças três perguntas e acusa Bruno de Carvalho de ser o "'pai do tetra' benfiquista"


O reatamento de relações institucionais entre Sporting e FC Porto provocou uma reação do antigo vice-presidente do Sporting, Paulo Pereira Cristóvão, que, através de um irónico texto publicado na sua página de Facebook, colocou três questões que gostaria de ver respondidas por Bruno de Carvalho.

"1) Será que o funcionário Saraiva (aquele que me interessa) anda a reatar relações entre clubes nas costas do presidente?; 2) Será que o FC Porto já se retratou publicamente daquela "conduta inqualificável" e ninguém deu por isso?; 3) Será que azevedo de carvalho tem vergonha agora de assumir que tudo não passou de uma mera birra de menino mimado que aproveitando uma inconveniência de um dirigente rival viu aí a oportunidade de se colocar em bicos de pés?", pergunta Pereira Cristóvão, uma das principais vozes críticas à gestão do atual presidente leonino.

Pelo meio, o antigo dirigente recorda que as relações estão 'interrompidas' há quatro anos, lembra os motivos que estiveram na origem do corte de relações e, no mesmo tom irónico, que utiliza nas questões, acusa Bruno de Carvalho de ser "o grande fator externo aglutinador do clube rival, que permitiu que aqueles se unissem de, tal forma que quatro anos de mandato de azevedo de carvalho corresponderem muito provavelmente a um inusitado tetra campeonato do clube rival".

"Eis que, encontrado o "pai do tetra" benfiquista, nada mais resta ao mesmo Azevedo que não atirar foguetes, dançar o kumbaya ou fazer o pino sobre atentados à honra do clube. Provavelmente precisará de um aumento de ordenado", conclui Paulo Pereira Cristóvão.

Autor: João Lopes
Foto: David Martins
@Record.pt

Share on Google Plus

Sobre Cortina Verde

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.

0 comentários: