Dissidentes querem festa de aniversário no dia 1 de Julho

Descontentes com a antecipação da gala anual do clube para 30 de junho, por causa do casamento do presidente no dia da fundação do Sporting, grupo de sócios organiza almoço


O candidato derrotado em março passado, Pedro Madeira Rodrigues, e exdirigentes como Abrantes Mendes, Rui Morgado e Vítor Ferreira são esperados nas comemorações do 111.º aniversário dos leões

Não é segredo: mesmo que legitimado à luz dos regulamentos e aprovado por unanimidade pelo Conselho Diretivo, a antecipação em um dia da Gala Honoris Sporting, que tem lugar a 1 de julho, data de fundação do emblema de Alvalade, caiu mal junto de um grupo de adeptos, entre os quais se contam vários notáveis com passado na estrutura dirigente do clube. Agora, sabe O JOGO, este núcleo de sportinguistas prepara-se para reagir ao gesto do presidente Bruno de Carvalho o qual, como é do domínio público, escolheu justamente o dia 1 de julho para se casar, o que motivou a antecipação mencionada. Para tanto, há a recusa de comparecer à IV Gala Honoris Sporting a 30 de junho e organizar um almoço marcado para o dia seguinte, junto ao Estádio José Alvalade.

Estão previstas as presenças de figuras como Pedro Madeira Rodrigues, candidato derrotado nas últimas eleições, além dos dirigentes em gestões anteriores Sérgio Abrantes Mendes, Isabel Trigo Mira, Vítor Ferreira e Rui Morgado. Os dois últimos formaram parte dos corpos sociais originais de Bruno de Carvalho no Sporting, dos quais se demitiram para passarem a integrar a oposição ao atual presidente, a ponto de figurarem nas listas de Pedro Madeira Rodrigues, cuja candidatura apoiaram até à sua expressiva derrota nas urnas no ato eleitoral do passado dia 4 de março.

Está deste modo previsto um evento de comemoração do 111.º aniversário da fundação do Sporting à margem dos órgãos sociais em exercício. De referir que foi já com Bruno de Carvalho à frente dos destinos dos verdes e brancos que o clube passou a ter a sua gala, por forma a assinalar em grande escala cada ano sobre a sua existência, instituindo os prémios Honoris Sporting. Importa igualmente recordar que os únicos galardões com a chancela do clube de Alvalade eram os Prémios Stromp, atribuídos pelo grupo com o mesmo nome, cujos corpos dirigentes são autónomos do Conselho Diretivo.

Por Duarte Tornsei e Filipe Alexandre Dias
@Jornal OJOGO
Share on Google Plus

Sobre Cortina Verde

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.

3 comentários:

Anonymous said...

Boa! Aproveitem e criem um clube para eles. Haja paciência para estes tipos que não se mancam.

Bernardo73SCP said...

Aceitares que são pessoas empenhadas em respeitar em vez dum déspota é que está difícil.

José Gomes said...

Portanto, vai ser um Mega-Almoço de aniversário com 6 pessoas: os 5 citados mais o Severino. Está bem...