André Marques: "Não concordo com a contratação de jogadores africanos para a Academia do Sporting"

Em entrevista ao Desporto ao Minuto, André Marques admite que "os empresários estão mais interessados nas comissões no que propriamente no futuro dos atletas".


André Marques foi um dos vários nomes promissores saídos da ‘cantera’ leonina, chegando inclusive à equipa principal do Sporting com apenas 17 anos. Contudo, as lesões foram uma constante ao longo da sua vida profissional e que o impediram de alcançar outros patamares.

Mesmo com este 'handicap', o defesa de 29 anos andou pela Europa – desde a Grécia (Iraklis) à Suiça (Sion) - e regressou mais tarde à Liga portuguesa, onde representou as cores do Moreirense . Porém, André Maruques voltou-se a lesionar gravemente e está atualmente à espera de uma proposta para voltar a pisar os relvados.

Em entrevista ao Desporto ao Minuto, o atleta natural de Almada abordou temas polémicos como a entrada de jogadores africanos na academia leonina e sua opinião sobre a presente temporada de Jorge Jesus ao serviço dos leões.

Como começou a sua jornada no mundo do futebol?

Comecei a jogar no Almada, mas aos 12 anos rumei a Alvalade onde fiz toda a minha formação, conquistando títulos em todos os escalões por onde passei. No segundo ano de juniores cheguei ao plantel principal do Sporting com apenas 17 anos e comecei o percurso profissional no desporto-rei.

O André teve algumas dificuldades em conseguir mostrar o seu valor no Sporting, sendo que o estrangeiro foi uma porta que se abriu na sua vida, sentiu grandes dificuldades lá fora?

Não, quando cheguei à Grécia, era um campeonato muito bem disputado e foi fácil para mim, com adeptos fervorosos que vibram muito com os jogos. No entanto, não está ao nível do português, porque lá há uma ou duas equipas no topo e as outras são médias, ou seja, não há o equilíbrio que existe no campeonato lusitano.

No campeonato suiço jogou a trinco, foi fácil adaptar-se a essa posição?

Adaptei-me bem, fiz 26 jogos numa posição que não era a minha, mas correu muito bem, sem grandes dificuldades. Para além disso, tive a oportunidade de jogar ao lado de antigo campeão do mundo, o Gattuso. Para finalizar posso dizer que me ambientei bem aos dois países onde joguei [Grécia e Suiça], porém tenho de destacar que na Grécia ninguém falava inglês e isso tornava as coisas um pouco mais complicadas.

Se não tivesse tido lesões, teria chegado mais longe no mundo do futebol?

Eu ainda não terminei a carreira, acredito que ainda posso jogar ao mais nível em Portugal, mas eu acredito que se não fossem as lesões estava noutro lugar… isso tenho a certeza absoluta. Agora não posso lamentar e ficar a pensar nisso, tenho de seguir em frente. Contudo, tenho de frisar que esta temporada recebi propostas ridículas de diversos clubes, não sabia que havia condições assim tão precárias no mundo do futebol.

O André Marques foi formado na ‘cantera’ leonina, na sua ótica existe algum problema ou falha na formação do Sporting?

A única coisa que me faz confusão e na qual não concordo é a contratação de jogadores africanos, mas eu percebo muitas das vezes é por causa do marketing – chamando a atenção de muita gente conseguem ganhar algum dinheiro com isso – ou até mesmo de agentes. A meu ver há muitos jogadores portugueses que merecem uma oportunidade na equipa leonina mas muitas vezes não a têm… porque preferem optar nos estrangeiros, e quando vêm para Portugal não é só um.
Lembro-me que na minha altura veio Bruma e depois disso veio toda a gente. Eu gostava que a equipa B e as camadas jovens fossem mais portugueses de que africanos, eu digo africanos, porque quando olho para a equipa B é só africanos.

Tem seguido o futebol português?

Acompanhei o Sporting desde sempre é o clube do meu coração, mas também sigo o percurso do Benfica e FC Porto no campeonato português.

E qual é a sua opinião sobre a temporada de Jorge Jesus e Rui Vitória na presente temporada?

Recentemente ouvi umas declarações de Jorge Jesus e não concordei com algumas coisas com o que ele disse, respetivamente ao investimento que deve ser feito para nos aproximar-mos ao FC Porto e Benfica. Quando ele diz que apenas 20% devem ser jogadores da formação e o resto deve ser contratado… eu não concordo! Porque se olharmos para o excelente trabalho que o mister Leonardo Jardim e Marco Silva fizeram no clube, com um grande número de jogadores de formação, vemos que isso não é verdade.

No ano passado, Rui Vitória começou a temporada com cinco lesionados, tendo sido obrigado a introduzir jovens da academia e não o vimos a queixar-se… Até esta época, o Benfica usou diversos atletas da formação como o Pizzi ou o Nélson Semedo.


 
Que rasteiras pode um jogador encontrar durante a sua carreira?

Empresários…. É esse o grande problema do futebol. Muitas das vezes, um jogador com 14 anos já tem um agente que gere a sua carreira, mas esquecem-se que na sua grande maioria os empresários estão mais interessados nas comissões no que propriamente no futuro dos atletas.

Regra geral, os empresários preferem que um jovem assine um vínculo com um grande clube por diversos anos e não jogue, do que agarrar no jogador e colocá-lo numa equipa mais modesta e somar minutos.


Para evitar os tais 'percalços' o que é necessário?

Olhando para o meu caso, eu na altura, assinei um contrato de quatro anos com o Sporting e passei grande parte do tempo emprestado, ou seja, mais valia ter tido um contrato mais curto e rumar para o outro clube de forma a conseguir evoluir mais rápido.É preciso um grande acompanhamento por parte da família, precisa de ter uma base familiar estável e saudável… isso é muito importante. Olhem para Cristiano Ronaldo, conseguiu singrar no mundo do futebol tendo um agente - Jorge Mendes - que soube gerir a sua carreira e principalmente teve uma família que esteve sempre ao seu lado.


Por Notícias Ao Minuto
Share on Google Plus

Sobre Cortina Verde

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.

2 comentários:

Anonymous said...

Já foste.

Anonymous said...

Não passa de um RACISTA ressabiado, viu se ultrapassado por talentosos jogadores que por sinal eram Africanos.ainda bem que este RACISTA, não tem voto na matéria se não seria uma tristeza ver o Sporting sem diversidade e inclusão, desporto é inclusão, transcende a tudo.