Paraciclismo: Luís Costa renova até 2020

O paraciclista leonino prolongou o seu contrato com os leões até final dos Jogos Paralímpicos de 2020, que se vão realizar em Tóquio


Luís Costa, paraciclista do Sporting CP prolongou o seu vínculo com o Clube até final dos Jogos Paralímpicos de 2020. Após a assinatura do vinculo com o seu Clube de coração, Luís Costa expressou o seu sentimento: 

"É oficial: cheguei hoje a acordo com o Sporting CP para continuar a representar o Clube por mais quatro anos, ou seja, farei a caminhada rumo aos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020 de leão ao peito. Quero desde já agradecer a confiança que o Sporting CP deposita em mim para trazer mais momentos de glória", começou por afirmar, agradecendo o voto de confiança dado pelos leões.

"Quero ainda fazer um agradecimento especial ao Presidente do Clube pelo empenho que tem tido em prol do desenvolvimento do desporto paralímpico nacional. Relembro que actualmente o Sporting CP é o Clube com mais modalidades de desporto adaptado a nível mundial, contando já com 12. É obra e por isso orgulho-me de vestir de verde e branco por mais quatro anos. Rumo a Tóquio 2020, siga!", declarou o internacional português, visivelmente satisfeito após a assinatura do contrato.

Também para a Coordenadora do Gabinete Paralímpico, Márcia Ferreira, orgulhou-se da renovação alcançada. "Trata-se de um acordo de vontades. Luís Costa atingiu o ano passado a sua melhor época de sempre e será pelo Sporting CP e com o Sporting CP que chegaremos a Tóquio. A sua renovação vai ao encontro do desejo de ambas as partes e está inserida na política do desenvolvimento paralimpico que o Clube está a levar a cabo. Somos a maior potência desportiva mundial no paralimpismo, queremos os melhores connosco e o Luís Costa é o melhor", finalizou.

Luís Costa é vice-campeão da Taça do Mundo e vencedor do circuito europeu de handbike, para além de campeão nacional de estrada e de contra-relógio assim como vencedor da Taça de Portugal. Terminou o ano de 2016 em 2.º lugar do ranking mundial logo atrás do campeão paralímpico, o sul-africano Ernst Van Dyk. Ranking que liderou praticamente durante toda a época, tendo perdido a derradeira prova (e o titulo mundial) por apenas um segundo; e relegando para o terceiro lugar o eterno campeão Alessandro Zanardi.

Por Jornal Sporting
Share on Google Plus

Sobre Cortina Verde

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.

0 comentários: