"Nunca me irei esquecer de Igualada" - Bruno de Carvalho

Completaram-se dois anos desde a conquista da Taça CERS, o primeiro título europeu de Bruno de Carvalho como Presidente do Sporting CP


Empate a dois golos no tempo regulamentar e 2-1 após as grandes penalidades. O adversário era de respeito, mas a equipa de hóquei em patins do Sporting CP puxou dos galões e venceu os espanhóis do Reus na final da Taça CERS, segunda competição europeia da modalidade, reconquistando um título que os leões não venciam desde 1984. Um 'caneco' bastante festejado, sobretudo pelo Presidente Bruno de Carvalho, já que o troféu simbolizou a primeira conquista europeia no seu mandato. Um momento especial, que dois anos depois ainda é recordado de forma especial.

"É um dia extremamente importante. Não sou um homem muito dado a chorar, mas foi um dia em que acabei por ligar à minha família e até chorei. Era uma das grandes ambições desta Direcção, trazer de novo a Glória europeia às modalidades - o hóquei foi uma das apostas. Ganhámos da forma como eu sinto o Sporting CP, com muita garra e superação. Fizemos eco daquilo que é o Esforço, Dedicação e Devoção e obtivemos a Glória. De facto, foi inesperado. Eu vi a cara dos atletas que jogaram a final connosco. Fizeram uma cara do tipo: 'Isto deve ter sido intervalo, isto deve continuar..." Não queriam acreditar. Em termos individuais, eram muito melhores, mas colectivamente fomos muito superiores e ainda tivemos capacidade de superação: tivemos o Tiago Losna que marcou um golo e estava com o braço quase partido. Foi um momento que não irei esquecer, por ser o primeiro e porque representou tudo o que quero para o Sporting CP: não interessa o adversário, temos de querer sempre superar-nos. Tal como as histórias que o meu pai me contava sobre o Azevedo quando esteve na baliza e continuou a defender com o braço partido", explicou o líder leonino, que se encontra em vésperas de poder voltar a festejar, já que a equipa verde e branca de futsal entra esta sexta-feira na quadra da final-four da UEFA Futsal Cup.

"Espero cada vez mais conseguirmos chorar com estas alegrias, estas conquistas. Não só nacionais, mas também internacionais. Agora estamos tão próximos de mais um título europeu [UEFA Futsal Cup]. Já conseguimos um no hóquei, outro no atletismo e acho que era merecido conseguirmos também, em família, chorar de alegria e emoção no futsal. Também somos pessoas e Sportinguistas. Nunca me irei esquecer de Igualada, nem de ligar para a família de Moniz Pereira, que já não estava bem na altura, e lhe dedicar o título, minutos depois de termos ganho", contou, garantindo que a secção leonina já merece o título europeu.

"Espero que esta fé que nos acompanha, não porque a equipa é tremenda, mas pelo trabalho magnífico que esta secção tem feito ao longo dos anos, já merece o título. Se isso acontecer, os Sportinguistas terão mais um motivo para se abraçarem e conviverem, num momento de alegria. Temos de começar a escrever as paredes todas do Sporting CP com a glória. Esforço. Dedicação e Devoção, já temos", concluiu.

Por Jornal Sporting
Share on Google Plus

Sobre Cortina Verde

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.

0 comentários: