João Paiva dos Santos nega envio de e-mails

O empresário nega ter enviado e-mails a Pedro Guerra e promete ir a à justiça para provar ser verdade a sua versão


O empresário do setor farmacêutico, João Paiva dos Santos, negou esta segunda-feira ter enviado quaisquer e-mails a Pedro Guerra, conhecido adepto do Benfica, sendo que o teor estaria relacionado com a auditoria às contas do primeiro mandato de Bruno de Carvalho, que o próprio propôs em dezembro de 2016, antes do novo ato eleitoral já realizado este ano.

João Paiva dos Santos promete agora acionar os meio legais para provar que as acusações feitas pelo presidente do Sporting são falsas. "Esse e-mail é falso. Não o enviei nem nunca troquei qualquer mail com Pedro Guerra", disse, garantindo nunca ter falado ou sequer conhecido pessoalmente o comentador do Benfica. "Só o conheço da televisão, Não quero pensar sequer na hipótese de ter sido Bruno Carvalho a falsificar o e-mail, mas foi ele que o publicou no Facebook e vou ter de agir judicialmente contra o cidadão Bruno de Carvalho", afirmou o candidato à presidência do Sporting em 2013.

E acrescentou ainda que sobre a ameaça de ser expulso como sócio do clube: "É ridículo. Tão ridículo quanto ele. O Sporting traz-se no coração, não no cartão de sócio."
Bruno de Carvalho divulga email entre Paiva dos Santos e Pedro Guerra

Esta resposta surge após o presidente leonino ter acusado o empresário e Pereira Cristóvão de quererem desestabilizar o clube, tendo denunciado a "intromissão do Benfica na vida interna do Sporting".

"Está na altura de começar a denunciar, com documentos, para provar como no Benfica tudo se faz e tudo serve para jogos de bastidores, e como (eu já tinha alertado) existem sportinguistas que devem ser expurgados", escreveu Bruno de Carvalho.

Vítor Rios / Global Imagens
@DN.PT
Share on Google Plus

Sobre Smile Brain

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.