Sporting vai recorrer do castigo aplicado a Bruno de Carvalho

O presidente dos leões foi condenado a 113 dias de suspensão, depois de uma queixa do Benfica, relativa a um jogo da Taça de Portugal, em novembro de 2015.


Por unanimidade, o conselho de disciplina da FPF suspendeu Bruno de Carvalho por três infrações de lesão de honra e reputação. O diretor geral do Sporting, Octávio Machado, foi também suspenso por 75 dias. Os dois dirigentes terão ainda de pagar multas de quase 5 mil euros.

A decisão resulta de uma queixa apresentada pelo Benfica, na altura na comissão de instrução e inquéritos da liga, depois de uma derrota no dérbi para a Taça de Portugal, em novembro de 2015. O Benfica denunciou declarações e condutas públicas impróprias de Bruno de Carvalho, Octávio Machado, Jaime Marta Soares e Jorge Jesus, alegando abuso de influência e coação sobre os árbitros.

Na rede social Facebook, o diretor de comunicação do Sporting acusa o conselho de disciplina da Federação de dualidade de critérios. Os jornais escrevem que o clube de Alvalade vai recorrer do castigo para o Tribunal Arbitral do Desporto.

Bruno de Carvalho mantém agendada para esta quarta-feira uma entrevista na TVI que pode valer ao presidente do Sporting um novo processo, já que a suspensão aplicada o impede de dar entrevistas ou fazer declarações.

O Benfica também já reagiu, através de fonte oficial, defendendo que também o Sporting devia ser punido, levando à interdição do estádio de Alvalade, porque a infração foi considerada "grave" pela Comissão de Instrução e Inquéritos da Liga, passando depois a "leve" com a nova Comissão de Instrutores da Liga.   

Foto: Manuel de Almeida/Lusa
@TSF.PT   
Share on Google Plus

Sobre Smile Brain

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.