Sporting acusa CD da FPF de "dualidade de critérios"

O Sporting acusou esta terça-feira o conselho de disciplina da FPF de "dualidade de critérios", ao suspender por 113 dias o presidente do clube, Bruno de Carvalho.


Na sua página oficial na rede social Facebook, o diretor de comunicação do clube de Alvalade sublinhou ainda que "o único delito" que Bruno de Carvalho cometeu "foi de opinião".


"O presidente de certo e determinado clube ofende, insulta e injuria um vice-presidente do conselho de arbitragem e é castigado com 60 dias. O presidente do Sporting Clube de Portugal, após meses e meses de ações cometidas por outros que podem ser entendidas por muitos como pressão e chantagem, é punido com 113 dias de suspensão, sendo que o único delito que cometeu foi de opinião", lamentou.

Bruno de Carvalho, foi  suspenso pelo CD da FPF por 113 dias, enquanto o diretor-geral 'leonino', Octávio Machado, foi punido com 75.

Em causa uma queixa apresentada pelo Benfica em novembro de 2015 e que o CD agora decidiu, por unanimidade, considerando que Bruno de Carvalho cometeu três infrações de lesão de honra e reputação, enquanto Octávio Machado o fez em duas ocasiões, em declarações publicadas em vários órgãos de comunicações e em redes sociais.

Paralelamente, o presidente 'leonino' foi condenado a pagar 2.869 euros de multa, enquanto o diretor-geral desembolsará 1.913 euros.

César Santos/SCP
@RTP.PT
Share on Google Plus

Sobre Smile Brain

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.