Schelotto: «Quem disse que eu ia dar um bom lateral foi Jorge Jesus»

Argentino deu entrevista ao Record


Titular indiscutível no Sporting, Ezequiel Schelotto deu esta quinta-feira uma entrevista ao jornal Record onde agradeceu a Jorge Jesus e ao Sporting pela aposta e sobre o desejo em representar a seleção da Argentina.

Schelotto nem sempre foi defesa lateral, como o próprio refere ao diário, e dá os méritos a Jorge Jesus por essa decisão.

«Quem se lembrou disso, quem me disse que me queria trazer para o Sporting porque achava que eu ia dar um bom lateral, foi Jorge Jesus. Foi ele quem me disse para meter na cabeça que ia conseguir grandes feitos individuais e coletivos a jogar como lateral. Continuamos a trabalhar juntos, a evoluir. Estarei sempre agradecido a ele e ao seu staff, assim como ao Sporting. Foi Jesus que me trouxe! Tenho de responder em campo a toda esta confiança», disse o italo-argentino.

Para além dos agradecimentos ao técnico dos leões, Schelotto agradeceu ao Sporting pela aposta nele, quando estava sem clube há alguns meses.

«O Sporting foi a equipa que se interessou por mim, foi o clube que me contratou quando muitos não me queriam... Deu-me a possibilidade de voltar a ser um jogador a sério. Se tudo der certo, se um dia puder jogar pela Argentina, será sempre graças ao Sporting», lembrou.

O defesa de 27 anos, apesar de ter representado a Itália num amigável, é argentino e está pré-convocado para a seleção. Confrontado com esse facto o lateral do Sporting revelou o seu contentamento e a sua ambição em jogar pela Argentina.

«É verdade que sou internacional italiano. Vivi naquele país e fiz um jogo particular por eles. Mas nasci na Argentina e sinto-me 100% argentino».

Schelotto deixou ainda uma mensagem acerca dos jovens que se têm vindo a afirmar no Sporting, como Podence, Palhinha, Mateus ou Geraldes.

«O Sporting sempre foi reconhecido pela capacidade de formar grandes jogadores. Jovens que saíram das escolas do clube e ganharam tudo lá fora. Isto fala muito bem do que é o Sporting em toda a Europa. Hoje, temos muitos jovens a aparecer (...) Temos de estar unidos, todos a remar para o mesmo lado, crescendo e aprendendo uns com os outros. Não podemos meter muita pressão nestes jovens. Todos eles pensam positivo, têm boa mentalidade e vão conseguir singrar, se forem bem apoiados», afirmou.

© zerozero.pt - Alberto Fernandes
@Zerozero.pt
Share on Google Plus

Sobre Smile Brain

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.