Madeira Rodrigues:«Que esta direcção me consiga surpreender»

Madeira Rodrigues à espera do cumprimento das promessas por parte de Bruno de Carvalho


Pedro Madeira Rodrigues, candidato à presidência do Sporting derrotado nas eleições de 4 de março, esteve na tomada de posse dos órgãos sociais liderados por Bruno de Carvalho e disse que estará vigilante nos próximos quatro anos.

Em declarações aos jornalistas antes da cerimónia, o gestor, de 45 anos, vincou a importância das promessas que foram feitas pelo atual presidente do clube de Alvalade nesta campanha, nomeadamente a conquista de títulos no futebol.

"Tenho a expectativa que se cumpra aquilo que nos foi prometido: estes dois campeonatos. Vou estar atento, mas sempre a apoiar o Sporting, no futebol e nas várias modalidades", disse o candidato derrotado no último ato eleitoral, acrescentando: "Espero que esteja errado e que esta equipa me consiga surpreender, para bem do Sporting".

Meta difícil de alcançar
Para Pedro Madeira Rodrigues, a meta de dois títulos nacionais em quatro anos é "muito difícil", mas mostrou-se disponível para dar a mão à palmatória. "Vai ser muito difícil, mas Deus queira que isto corra bem e que seja provado que eu estou errado. O importante é que os adeptos do Sporting estejam contentes. Se me provarem errado, darei o braço a torcer com muita alegria", frisou.

"Vamos estar vigilantes e a acompanhar. Foi muito importante esta campanha para mostrar que havia uma alternativa e para criar uma cultura de exigência. A exigência aumenta para este mandato", referiu ainda o ex-candidato à presidência dos 'leões'.

Os papéis suspeitos

Paralelamente, o gestor recusou-se também a comentar a polémica em torno dos alegados documentos comprometedores sobre o Sporting referidos pelo seu apoiante Vítor Espadinha e que este estaria disposto a entregar no Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP).

"Não sei que papéis são, não olhei para nada, não quis ver essas coisas. Quem tinha essas coisas que apresentasse. Não sei se existem ou não, não quis ver nada disso. Falaram de vários temas, de vários papéis, mas eu não quis ver. Quis fazer uma campanha elevada, pela positiva, a bem do nosso clube", rematou.

Os órgãos sociais do Sporting tomaram posse no auditório Artur Agostinho, no Estádio José Alvalade, para o mandato entre 2017 e 2021.

Por Mário Aleixo (RTP)
Manuel de Almeida-Lusa

Share on Google Plus

Sobre Smile Brain

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.