Dias Ferreira condena atitude do Benfica

O Conselheiro Leonino entende que ausência da Gala da FPF e o comunicado emitido pelo clube da Luz são atitudes ridículas por parte do Benfica, que não quis assistir a uma festa onde se destacou o trabalho do Sporting em prol do futebol português.

Em entrevista a Bola Branca, Dias Ferreira critica a decisão do Benfica de faltar à Gala das Quinas, organizada pela Federação Portuguesa de Futebol, assim como o teor do comunicado emitido pelo emblema da Luz. Para o antigo presidente da Assembleia Geral do Sporting e actual Conselheiro Leonino, os encarnados só não quiseram estar presentes numa festa em que o Sporting foi consagrado.

"A decisão do Benfica e o seu comunicado é ridículo. Aquilo que o Benfica disse ontem foi que lhe custaria estar numa festa que é a consagração de um grande valor que o Sporting tem e faz em prol do desporto português e, neste caso, da Federação Portuguesa de Futebol. Se houvesse alguém que tivesse alguma razão para se queixar seria o Sporting, porque tem sido pouco respeitado pela Federação Portuguesa de Futebol e pelos seus mais diversos órgãos. Se o Sporting apresentar queixa, o comunicado apresenta coisas graves, embora eu pessoalmente não desse importância a esta situação, talvez seja estar dar demasiada importância a uma situação ridícula", defende.

Dias Ferreira diz ainda que o objectivo do Benfica é criar mais pressão em redor do clássico com o FC Porto.

"É evidente que é essa a intenção. Simplesmente o modo escolhido é ridículo. No fundo é aproveitar para se tratar tudo da mesma maneira, com uma cajadada tentar matar dois coelhos. Ou seja, não assumir, tentar que não tenha o relevo necessário e por outro lado fazer essa pressão que, se calhar, por vezes dá resultado. Esperarei o que a Federação Portuguesa de Futebol dirá sobre isto", concluiu.

Por José Barata
@RR.PT
Share on Google Plus

Sobre Smile Brain

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.