Bruno de Carvalho corre pelo trono do ídolo João Rocha

Eleições para a presidência do Sporting decorrem este sábado no Estádio José Alvalade, com Pedro Madeira Rodrigues no papel de opositor do atual líder máximo dos leões


É neste sábado que se fica a conhecer o novo presidente do Sporting. Novo... como quem diz, pois são grandes as probabilidades de Bruno de Carvalho ser reconduzido como lider máximo dos destinos dos leões, apesar da oposição forte de Pedro Madeira Rodrigues, que até jogou a última cartada eleitoral no último domingo, a menos de uma semana das eleições: Juande Ramos, técnico conceituado em Espanha, foi o homem escolhido pelo candidato para assumir as rédeas da equipa de futebol leonina na próxima temporada. Até lá, recorde-se, a ponte seria feita por Laszlo Boloni, o último campeão nacional pelo clube, designado por Madeira Rodrigues como diretor-desportivo.
Fiel a si mesmo, Bruno de Carvalho mostrou-se irredutível desde o início: o contrato com Jorge Jesus, válido até 2019, é para cumprir até final. Uma posição que já mereceu alguma contestação no decorrer da temporada, na fase em que os leões averbaram maus resultados de forma sucessiva, mas que agora parece ter voltado a merecer a concordância da maioria do universo leonino.

Na senda de Roquete

Se o presidente em exercício vencer as eleições, torna-se o primeiro líder do Sporting a conquistar dois atos eleitorais desde José Roquete, que o conseguiu em 1996 e 1999. Daí para cá, Dias da Cunha e Filipe Soares Franco também cumpriram dois mandatos, mas em ambos os casos o primeiro (incompleto) deu-se em cenários de cooptação após a demissão dos anteriores presidentes. Já os casos de José Eduardo Bettencourt, Godinho Lopes (que bateu Bruno de Carvalho em 2011) ou Pedro Santana Lopes foram bem diferentes: os dois primeiros ficaram apenas dois anos, não resistiram aos maus resultados desportivos, enquanto o terceiro abandonou o cargo após apenas um ano para abraçar a carreira política.
No horizonte de Bruno de Carvalho, porém, está uma meta ainda mais ambiciosa: seguir as pisadas de João Rocha, apontado pela maioria dos adeptos leoninos como o melhor presidente da história do clube – pelo menos “recente”. O empresário natural de Setúbal assumiu a presidência do Sporting em 1973 e só saiu em 1986, por motivos de saúde, deixando um registo ímpar de obra feita, quer a nível desportivo (em inúmeras modalidades), quer em termos de infra-estruturas.
O atual líder máximo dos leões já por diversas vezes referiu, de forma pública, ter em João Rocha a sua fonte de inspiração na maneira como gere o clube. Além disso, tem sido incansável em frisar a necessidade do Sporting ter estabilidade diretiva, dando os exemplos concretos dos presidentes dos rivais, Pinto da Costa (FC Porto) e Luís Filipe Vieira (Benfica), ambos há mais de 15 anos à frente dos respetivos clubes.

Dez horas para votar

A garantia foi dada por Jaime Marta Soares, presidente da Mesa da Assembleia-Geral do Sporting: o anúncio dos resultados das eleições deverá ser feito às 22 horas deste sábado. E tudo devido a mudanças no processo eleitoral em relação há quatro anos, com a obtenção de um acordo com as listas para se fazer logo a classificação dos votos por correspondência, enquanto há quatro anos isso não sucedeu. As urnas para os sócios poderem exercer o seu direito de voto estarão abertas entre as 09h00 e as 19h00, no Estádio José Alvalade.

Foto: João Porfírio
@SOL.SAPO.PT
Share on Google Plus

Sobre Smile Brain

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.