Bas Dost: Há quatro lendas para igualar

Ver um jogador que atua na Liga portuguesa a concorrer com os grandes craques das Ligas espanhola, inglesa, italiana ou alemã é por si só já um motivo de orgulho e admiração. 


Eusébio, Yazalde, Fernando Gomes, Jardel. Quatro referências históricas do futebol em Portugal na arte de marcar golos. Sete botas de ouro (só o argentino não venceu o troféu por duas ocasiões). Mas e se, 15 anos depois, o nosso país voltasse a ver um goleador em solo nacional a conquistar a Europa dos golos? O ano passado, diga-se, esse objetivo falhou por pouco: o benfiquista Jonas chegou a liderar a corrida até uma fase adiantada da época, mas perdeu fulgor no sprint final, terminando com 32 golos, a oito do vencedor Luis Suárez (Barcelona).

Agora, as esperanças recaem num matador holandês: Bas Dost, por esta altura uma das únicas motivações para ver os jogos do Sporting. Com o póquer apontado frente ao Tondela, no fim de semana passado, o gigante de 1,96 metros chegou aos 22 golos no campeonato e relançou a candidatura à Bota de Ouro: à sua frente, neste momento, só Messi (Barcelona), com 23 golos na Liga espanhola. Coisa pouca.

Dost, de resto, esteve a um pequeno passo de igualar a Pulga blaugrana. Tivesse convertido a última das três grandes penalidades de que os leões dispuseram em Tondela e estava hoje no topo do ranking, lado a lado com o astro argentino. Mas falhou, e por isso não tem outro remédio senão continuar a olhar para cima - mas pouco.

Aparentemente, o goleador de 27 anos não está preocupado com o tema. «Recebi mensagens a lembrar-me que estou bem colocado nessa tabela mas para mim o mais importante é o campeonato português, e aí sou o número um entre os goleadores», realçou no dia a seguir aos quatro golos. Se for, de facto, assim e estiver apenas a pensar na corrida interna, está realmente bem lançado: é líder incontestado da tabela dos marcadores, com seis golos de vantagem sobre o mais direto perseguidor, o agora portista Soares (16). Está, de resto, a nove jornadas de se tornar no primeiro jogador do Sporting em dez anos a ser o artilheiro da Liga portuguesa - desde Liedson, em 2006/07 (com apenas 15 golos), que nenhum leão o consegue. Curiosamente, o avançado brasileiro foi também o último a marcar quatro golos num jogo na Liga portuguesa - em 2010, frente ao Belenenses. Até chegar Bas Dost...

@Jornal SOL Sapo.pt
Share on Google Plus

Sobre Smile Brain

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.