«Sporting perde tempo e energia preocupado com os vizinhos» - Carlos Queiroz

Carlos Queiroz considera que o Sporting peca por «perder mais tempo e energia preocupado com o que os vizinhos da segunda circular vão fazer amanhã do que com aquilo que tem de fazer hoje», aludindo ao rival Benfica.


«Penso que uma das maiores fragilidades do Sporting não são as pessoas, a estrutura e a estratégia que escolhe, mas o tempo e energias que perde, preocupando-se com os outros e dando tiros nos pés», disse o atual selecionador de futebol do Irão, e antigo treinador dos leões, em entrevista à agência Lusa.

Carlos Queiroz, que foi treinador do Sporting entre 1994 e 1996, recorda que a equipa teve 22 ou 23 treinadores em 17 anos, e assinala uma contradição que decorre da circunstância de ser o clube que tem levantado a bandeira contra o sistema.

«Não é muito lógico que o clube seja o paladino da defesa de um sistema eticamente e moralmente correto e despeça os seus treinadores. Qualquer clube, em Portugal ou no estrangeiro, que siga este trajeto de insegurança nas suas decisões e convicções não pode ter sucesso», defende Carlos Queiroz, que dá o exemplo do Manchester United, onde foi adjunto de Alex Ferguson, que perdeu «estabilidade, continuidade e confiança nas suas decisões».

@Maisfutebol.iol.pt
Share on Google Plus

Sobre Smile Brain

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.