Madeira Rodrigues: «Resultados que temos já me dão a vitória»

Candidato às eleições acredita que ainda vai convencer "maioria silenciosa"


A campanha eleitoral o Sporting entra nas últimas duas semanas e Pedro Madeira Rodrigues acredita que já está à frente nas intenções de voto, embora faça a ressalta em relação a um fator tão importante como é o da antiguidade dos sócios.

Esta sexta-feira, em entrevista à SIC, o candidato que disputa a presidência com o atual detentor do cargo, Bruno de Carvalho, falou de uma maioria silenciosa que tem ainda de convencer, mas disse claramente que os resultados que possui de sondagens já lhe dão a vitória, até porque "os sócios são inteligentes, não são carneiros como disse o atual presidente".

"É o Sporting que vai ganhar as eleições e sócios vão dar-me uma vitória concludente e significativa. Desde o princípio que acredito e sinto cada vez maior apoio. Há ainda uma maioria silenciosa que está a conhecer o projeto e conhecer-me a mim. É muito difícil fazer sondagens, sobretudo devido à questão da antiguidade dos sócios, mas os resultados que temos já me dão a vitória", afirmou Madeira Rodrigues, reforçando:

"Não gosto de ficar em segundo lugar e de perder por pouco, mas já estou à frente. Há essa questão a antiguidade, mas temos duas semanas pela frente, para crescer e para apresentar a nossa mensagem. Ainda vou apresentar a equipa para o futebol, o treinador, vou agora reunir-me com os investidores… Estamos à frente, mas vamos acabar ainda mais à frente."

"Há uma maioria silenciosa que ainda não se manifestou e que se irá manifestar no dia 4 de março. Mas tenho noção que ainda tenho de trabalhar para trazer essas pessoas para o meu lado", acrescentou, recusando que a crise de resultados da equipa orientada pelo treinador Jorge Jesus o esteja a favorecer:

"O cenário de candidatura nunca é perfeito quando a equipa não está a ganhar. Queria herdar uma equipa ainda com hipótese de ser campeã e quando lancei a candidatura estava em quatro frentes, mas o que sucedeu depois não me admira nada, tendo em conta esta forma de gerir o clube - não estou nada admirado."

"A questão dos resultados [da equipa] não é assim tão importante. Os sócios são inteligentes, não são carneiros como disse o atual presidente. Pensam por si mesmos e vêem para além dos resultados. E o que vêem é que não há futuro, não há projeto com Bruno de Carvalho, enquanto connosco vão ver que existe projeto", encerrou.

Autor: António Espanhol
Foto: Vítor Chi
@Jornal Record

Share on Google Plus

Sobre Smile Brain

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.