Madeira Rodrigues: "Marcelo Bielsa é um grande treinador"

Pedro Madeira Rodrigues considera o argentino Marcelo Bielsa "um grande treinador" e acredita que Jorge Jesus se vai afastar do comando da equipa de futebol.


Em entrevista à agência Lusa, o candidato à presidência do clube de Alvalade confessou admiração por Marcelo Bielsa, ainda que não tenha revelado se o experiente treinador, de 61 anos, é uma das três alternativas que tem em mente para liderar a nova equipa técnica leonina. "Tenho um argentino, um europeu e um português na minha lista. Marcelo Bielsa é um grande treinador, sem dúvida nenhuma. É um bom nome. Tenho três nomes, mas, nesta altura, só estou a trabalhar com o meu preferido. Se é o argentino? Não vou comentar. Tenho fé que vou conseguir o meu preferido. Quando tiver um acordo com ele, vou dizer aos sportinguistas", afirmou.

Madeira Rodrigues, de 45 anos, disse que vai apresentar o nome do novo técnico "antes das eleições, por uma questão de transparência", revelando que será "um treinador que esteja habituado a ganhar, que aposte na formação, que não tenha medo de lançar jovens, que conheça o futebol português e a cultura do Sporting, e terá de ser alguém que tenha o condão de recuperar os jogadores do plantel, em termos motivacionais".

Desta forma, o candidato pela lista A reforçou que não conta com Jorge Jesus - que está vinculado aos verde e brancos até 2019 e aufere um salário anual que ronda os oito milhões de euros brutos - o qual, segundo Madeira Rodrigues, acabará por abandonar Alvalade por iniciativa própria.

"[Jorge Jesus] É uma pessoa de caráter e, quando Bruno de Carvalho perder as eleições, ele irá perceber que os sportinguistas também não o querem cá, irá perceber a mensagem. Mesmo que Bruno de Carvalho ganhe as eleições, não acredito que Jorge Jesus fique mais dois anos e meio no Sporting. Ou seja, Bruno de Carvalho vai ter de lhe pagar essa diferença ou, no mínimo, terá de lhe pagar essa verba até ao final do contrato. Irá sempre ter de pagar esses 20 milhões de euros. Comigo, temos outros trunfos, nomeadamente a questão de ele próprio tomar a atitude séria, coerente e até sportinguista de se afastar", disse à Lusa.

Para Madeira Rodrigues, a atual direção "falhou rotundamente" esta época, com uma "aposta milionária" que redundou em "resultados muito fracos", além de não ter tido capacidade para segurar os treinadores que passaram por Alvalade nos últimos quatro anos.

"Não se conseguiu manter Jesualdo Ferreira, nem Leonardo Jardim, Marco Silva foi mandado embora e com Jorge Jesus, que era um treinador ganhador, ou pelo menos foi isso que nos venderam, estamos a pagar tanto e não conseguimos ganhar. Os sportinguistas já perceberam de quem é o problema", comentou.

Apesar de não avançar com nomes, Pedro Madeira Rodrigues afirmou que a estrutura para o futebol será composta "pelo presidente, um diretor desportivo, um 'team manager', além de toda a área da prospeção", e será decisiva para evitar os "erros" que foram cometidos nos últimos anos, durante os quais foram contratados mais de 100 jogadores para a equipa principal e equipa B.

"Destes mais de 100 jogadores, temos aproveitado muito poucos, talvez 15 por cento. Isso é muito pouco. Não vamos acertar sempre, porque isso é impossível, mas só iremos contratar claras mais-valias em relação à formação, que é exatamente o contrário do que sucedeu nestes quatro anos. Ter no plantel jogadores como Palhinha, Podence ou Francisco Geraldes não é um passo atrás, é sempre um passo à frente", vincou.

Madeira Rodrigues acredita que "os resultados teriam sido melhores", caso os jogadores da formação estivessem no plantel "desde o início da época", e classificou a equipa B de "total fiasco", porque "os jogadores não estão a ser preparados para dar o salto".

"A equipa B tem de ser uma rampa de lançamento para os nossos jovens da Academia e isto também está a limitar o crescimento deles. A equipa B tem sido muito mal tratada. Não vou dizer mal do João de Deus, porque não o conheço o suficiente, mas eu gostava muito do Abel. Vai ser um bom treinador e foi pena não ter ficado cá. A forma como o mandámos embora, não é forma de se trabalhar", sublinhou.

As eleições do Sporting estão marcadas para 04 de março, sendo que Pedro Madeira Rodrigues, concorrente pela lista A, vai defrontar o atual presidente sportinguista, Bruno de Carvalho, que tentará a reeleição, pela lista B.

@Record.pt
Share on Google Plus

Sobre Smile Brain

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.