«Falta-nos o tal exército que os outros têm» - Bruno de Carvalho

O presidente do Sporting voltou a pedir aos sócios e adeptos que sejam mais ativos na defesa dos interesses do clube perante o que que apelidou de «clima de antisportinguismo primário».


"Não podemos viver das memórias e feitos do passado, a nossa missão é procurar a glória – é algo que faz parte do nosso ADN. Mas não basta proclamar a nossa ambição. A nós, nunca nada foi oferecido, tudo o que ganhámos foi com suor e contra os interesses instalados no desporto e no futebol. Por isso, tenho pedido mais militância. Pouco vale sermos mais de 3,5 milhões se não formos ativos nos interesses do Sporting. Assistimos à subserviência dos poderes político, económico e financeiro em prejuízo de alguns clubes e também do sporting. Não queremos ser beneficiados, queremos igualdade de tratamento".

"Por vezes, falta-nos o exército que os outros têm. Temos o melhor 12.º jogador do mundo mas isso não se traduz no tal exército que defende o clube nas principais instâncias. Peço que sejam sempre militantes e defendam sempre o clube contra os ataques."

"Mas muitas vezes somos nós a dar o flanco e pretexto para que falem mal de nós. Não nos podemos fragilizar na praça pública, somos uma família e é dentro de casa que devemos resolver os nossos problemas. Algumas declarações são ofensivas para a nossa dignidade. Os leões não ladram nem berram. Quem não sabe que os leões rugem não devia ter aspirações dentro do clube. Alguns expõem-se ao ridículo quando, em dia de jogo, fazem declarações para desestabilizar o nosso treinador e os nossos jogadores. Mas os nossos atletas mantêm-se unidos, tristes pelos nossos resultados, mas focados em cada jogo e em dar felicidade aos sportinguistas".

@leaodealvalade.com
(ANDRE ALVES/ASF)
Share on Google Plus

Sobre Smile Brain

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.