Bruno de Carvalho: «Sporting foi o único que reduziu o passivo»

A garantia é de Bruno de Carvalho


A candidatura de Bruno de Carvalho enviou uma nota às redações para apresentar um comparativo entre as contas consolidadas dos grandes. Segundo estes dados, conclui-se que os leões foram os únicos a reduzir o passivo, explicando-o com a conversão de créditos e um equilíbrio operacional que advém da restruturação financeira.

Em junho de 2013, este estava nos 442,7 milhões de euros, passando para os 355 milhões de euros atuais. No mesmo período compreendido, o Benfica agravou o prejuízo para 455 milhões de euros (mais 15 milhões de euros do que em junho de 2013). No FC Porto, verifica-se que o passivo cresceu de forma exponencial, cifrando-se nos 349,2 milhões de euros, número que contrasta com os 220,2 milhões registados a 30 de junho de 2013.

Em relação à dívida liquida, constata-se que esta também desceu (está hoje nos 204,5 milhões de euros), mas a tendência é acompanhada pelos encarnados, que registam 280,1 milhões de euros contrastantes com 289,8 milhões verificados em 2013. O FC Porto, por seu lado, tem um aumento de 28,6 milhões de euros (106,1 milhões). Por outro lado, o total do ativo também aumentou. Neste momento está nos 180 milhões de euros, ainda que o Sporting considere que "não reflete de forma alguma o verdadeiro valor do mesmo".

Neste particular, os leões ficam aquém de Benfica (476,4 milhões de euros) e FC Porto (375 milhões). Nos resultados líquidos, o Sporting evidencia dois anos positivos (2014 e 2015), explicando os 13,6 milhões em 2016 com o "adiamento de vendas de jogadores para poder ter uma valorização muito superior".

Foto: Hugo Raínho
@Record.pt
Share on Google Plus

Sobre Smile Brain

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.