"Podíamos estar à frente do campeonato e não estamos, devido a erros de um árbitro" - Bruno de Carvalho

Líder leonino continua a acreditar na conquista do título de campeão nacional apesar dos oito pontos de desvantagem para o Benfica.


O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, voltou a reiterar a sua total confiança no trabalho de Jorge Jesus em Alvalade, e em entrevista ao jornal Record o líder leonino considerou que os erros de Jorge Sousa no dérbi com o Benfica acabaram por ter influência no rendimento da equipa e no atual quarto lugar do campeonato nacional.

"Continuamos com uma fé inabalável de que maio está longe e que ainda vamos ser felizes", começou por dizer Bruno de Carvalho quando questionado sobre as expectativas para o título com Jorge Jesus ao leme quando o Sporting está a oito pontos da liderança.

"Por tudo: pelo conhecimento que tem do futebol e pelo trabalho magnífico que tem estado a fazer. Infelizmente, a verdade dos factos é que podíamos estar à frente do campeonato e não estamos, devido a erros de um árbitro [Jorge Sousa]. Podíamos estar à frente e de certeza absoluta que os resultados seguintes teriam sido diferentes, pois haveria outra mentalidade, outra disponibilidade", acrescentou Bruno de Carvalho sobre a confiança de que Jorge Jesus é o treinador certo para fazer do Sporting campeão nacional.

Questionado sobre as mudanças no Conselho de Arbitragem, Bruno de Carvalou assumiu que foram 'muito positivas de há um ano para cá', e mostrou-se feliz com a 'vontade que se tem demonstrado em continuar a mudar'.

Já em relação à polémica com o presidente do Arouca, Carlos Pinho, Bruno de Carvalho continua a defender que foi provocado e que apenas se limitou a reagir às provocações.

"Ele passa por mim, dá dois passos, vira-se e diz qualquer coisa como ‘você é um vigarista, um mentiroso’. Fecho a porta e borrifo-me. Eis senão quando, já depois da passagem do Jefferson e do Campbell, vem o [Carlos] Pinho, de dedo levantado, a dizer ‘você é um vigarista’. Eh lá! Uma vez está bem. Duas já não. A única coisa que lhe disse foi: ‘O que é que você quer?’. E toda a gente vê que quando ele mete o dedo no ar coincide comigo a inspirar o fumo do cigarro eletrónico. O senhor empurrou-me! Ora, se tiver fumo dentro da boca e se lhe der uma pancada na barriga, o fumo sai-lhe", afirmou Bruno de Carvalho.

Sobre o processo de renovação com Gelson Martins, Bruno de Carvalho mostrou-se tranquilo em relação à continuidade do jogador formado em Alvalade.

"Os jogadores devem sair daqui com dois fatores: terem dado títulos ao Sporting e estarem preparados para enfrentar a alta competição. Neste momento, acho que o Gelson ainda não tem um, nem outro", frisou Bruno de Carvalho.

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt
Share on Google Plus

Sobre Unknown

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.

0 comentários: