“Madeira Rodrigues é amador, utópico e irrealista” - Daniel Sampaio




A crítica dura, é feita em Bola Branca pelo mandatário da candidatura de Bruno de Carvalho às eleições do Sporting. 


O mandatário da candidatura de Bruno de Carvalho à presidência do Sporting, Daniel Sampaio, acusa Pedro Madeira Rodrigues de “amadorismo, utopia e irrealismo” por causa da intenção manifestada de, caso seja eleito presidente do clube, dispensar o treinador Jorge Jesus.

O antigo vice-presidente da assembleia geral do Sporting diz que o candidato "não conhece a realidade" e considera “lamentável pensar-se que é fácil” despedir um técnico que tem um contrato com o clube. “É menorizar Jorge Jesus pensar que este aceitou o convite para integrar a Comissão de Honra de Bruno de Carvalho porque foi pressionado para o fazer”, diz, a Bola Branca, Sampaio, lamentando, também, algumas expressões que o candidato Madeira Rodrigues tem usado em pré-campanha, de que é exemplo “não vamos ladrar tanto”.

Nesta entrevista a Bola Branca, o mandatário da candidatura de Bruno de Carvalho esclarece que Pedro Madeira Rodrigues está “equivocado” quando diz que a reestruturação financeira do Sporting estava feita, antes da chegada de Bruno de Carvalho ao clube.

Quanto à prestação da equipa de futebol, se Jorge Jesus afirmou que ainda é possível ser campeão, Sampaio diz que prefere ser “realista”, considerando que é necessário “recuperar os jogadores ao nível psicológico”. Na perspectiva de Daniel Sampaio, a equipa tem valor para “vencer os próximos jogos com FC Porto e Benfica”, tornando-se necessário “começar já a preparar muito bem a próxima época”.

@Rádio Renascença
Share on Google Plus

Sobre Smile Brain

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.

0 comentários: