João Quadros: "Madeira Rodrigues é um Godinho Lopes mais abonecado"





João Quadros não esconde o amor ao Sporting 


João Quadros, humorista e adepto do Sporting, gostava de ver o técnico dos leões terminar carreira em Alvalade e não quer sequer pensar na hipótese de o clube regressar ao tempo "dos viscondes e dos croquetes".

Quem é mais viciado: o João nos tweets ou o presidente do Sporting nos posts do Facebook?

Eu não sou viciado... Se bem que todos os viciados dizem isso. (risos) Serei mais eu, até porque ele só o faz quando acontece algo muito chato. De qualquer forma, a agressividade é mais ou menos parecida. Eu gosto do Bruno de Carvalho, tanto que sou da Comissão de Honra. Acho que é um momento importante, para não voltarmos aos viscondes e aos croquetes.

O que falta a este Sporting para ser viciado em títulos?

Falta ganhar o primeiro. No ano passado, não aconteceu por uma mistura das arbitragens com o azar. Mas, em muitos anos, foi o primeiro em que tivemos hipóteses. Esta mentalidade é importante. Quando não se tem, é fácil andar à deriva.

Bruno de Carvalho diz que, se não fossem os erros de arbitragem, o Sporting teria mais 12 pontos. Também acha? 

Não sei se seriam 12, mas oito ou nove... certamente. Pelo menos, deviam ser menos três pontos para o Benfica e mais três para nós, por causa do jogo na Luz. Se não fossem as arbitragens estaríamos seguramente na corrida, mas também é verdade que não jogámos futebol para estar em primeiro.

O que tem corrido mal?

O facto de, no verão, o João Mário e o Slimani só terem sido vendidos nos últimos dias condicionou, porque até aí o Sporting não tinha dinheiro para reforços. O que se tentou foi arranjar soluções, que, e bem, passaram por empréstimos de jogadores com experiência internacional. Para as provas europeias, faz sentido um Markovic ou um Campbell, não um Podence ou um Iuri.

Em 2013, disse numa entrevista que o Sporting precisava de Jorge Jesus. Ainda precisa?

Claro. Mais do que nunca. O Jesus é o melhor treinador português e um dos melhores do Mundo. Tem problemas de comunicação e comete erros, com alguns discursos que podem causar mal-estar no balneário. Mas também não tenho paciência para jogadores que fazem birras. Ele diz que não sai do Sporting sem ser campeão.

E se isso significar ficar no clube até ao final da carreira? 

Gostava muito que Jesus lá ficasse até ao fim da carreira, mesmo que não fosse campeão. Mas, não sendo este ano, que eu ainda acho possível, fica para o próximo. Por mim, pode ficar para sempre. Prefiro meio Jesus a dois Marco Silvas.

Há alguém no Sporting que lhe dê vontade de fazer piadas?

Neste momento, só posso fazer piadas com o Pedro Madeira Rodrigues. Agora anunciou que ia ganhar como o Trump. Não faço ideia se quer construir um muro no lugar do fosso. É um Godinho Lopes mais abonecado.

E quem é a maior piada do futebol português? 

Os árbitros e o Conselho de Arbitragem. Pessoas que não são sérias e querem ser levadas a sério... acho muito complexo.

@www.jn.pt 
Foto: Gerardo Santos / Global Imagens
Share on Google Plus

Sobre Smile Brain

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.

0 comentários: