Eduardo Barroso: “Contestação é uma minoria”.





O médico e adepto do Sporting analisa a atualidade do clube de Alvalade. 


Eduardo Barroso, antigo presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sporting Numa altura de contestação em torno do Sporting, Eduardo Barroso coloca-se convictamente ao lado da dupla Bruno de Carvalho e Jorge Jesus. “Quando era presidente da assembleia geral, sabia do estado em que estava o Sporting na altura e disseram-nos que era insustentável. Tivemos perto da catástrofe na altura. O Bruno de Carvalho conseguiu ultrapassar essa situação com uma grande firmeza e competência”, disse Eduardo Barroso, em declarações ao SAPO Desporto.

O adepto convicto do Sporting lembrou ainda do que o clube presidido por Bruno de Carvalho fez na época passada. “Eu também acreditei que podíamos estar ao nível dos nossos rivais. No terceiro ano da era Bruno de Carvalho, quando foi buscar o melhor treinador português, Jorge Jesus, criaram-se expetativas que não se deviam ter criado, mas foi derivado ao bom espetáculo de futebol que estava a praticar na altura, que nos levou a lutar pelo titulo até à última jornada”, continuou, admitindo que está a ser uma má época para os Leões. “Claro que este ano está a correr mal.

"Contestações há sempre, mas eu também vi há dois anos os adeptos do FC Porto a contestarem o Lopetegui no Dragão, assim como na era de Luís Filipe Vieira, quando ficaram a seis pontos do primeiro lugar. A história repete-se, os adeptos reagem de forma diferente. Esta contestação não tem nenhum significado a não ser a paixão pelo clube. Essa contestação é uma minoria”, referiu.

Por João Agre sapodesporto@sapo.pt
Foto: LUSA
Share on Google Plus

Sobre Smile Brain

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.

0 comentários: