Atleta Paraolímpico Luis Gonçalves retrata-se e pede perdão ao Sporting e aos seus adeptos.

Atleta do Sporting publicou uma nota no seu Facebook, onde se retrata da sua controversa entrevista o ano passado ao Jornal Record.


A Declaração de Luis Gonçalves:

"A personalidade que hoje me define como Homem é traçada, em grande parte, por valores que recebi – ou melhor, que quis receber – do desporto. É certo que muitos deles já faziam parte do meu carácter, mas o desporto obriga a que diariamente tenha de saber respeitar, de ter fair-play, de obedecer a regras, de aprender a não desistir e a superar-me. Aceitei tudo isso; quis aceitar. Porque no desporto, como em tudo, só se consegue educar quem tem predisposição para ser educado. A Comunicação Social, por exemplo, pode tentar informar mais sobre desporto adaptado, mas o público tem de estar “disponível” para querer saber mais sobre o tema. Caso contrário, os jornais não vendem, o negócio falha e inúmeras famílias ficam com, pelo menos, mais um desempregado em casa. No desporto, podemos treinar todos os dias, mas se não tivermos a capacidade de apreender e colocar em prática os valores inerentes a este fantástico mundo, nunca seremos verdadeiros campeões.

No ano que há pouco terminou, conquistei uma medalha nos Jogos Paralímpicos, mas não fui um campeão. Por momentos, esqueci-me de tudo o que o desporto me ensinou. Faltei ao respeito ao Sporting Clube de Portugal, o meu clube de sempre, ao meu Presidente, a todos os sportinguistas, a todos os atletas do Movimento Paralímpico, a todos os leitores do Jornal Record, aos jornalistas, em particular ao Fábio Lima, a quem concedi uma entrevista de que me arrependo com todas as minhas forças. Aliás, arrependo-me não só da entrevista publicada no dia 27 de Outubro de 2016, mas também de toda a minha atitude nas horas seguintes. A todos, as minhas sinceras desculpas.

Sem querer encontrar atenuantes para o que fiz, o que me passou pela cabeça naquele momento foi alertar para o facto de que existem diferenças entre os apoios dados a um atleta Paralímpico e a um atleta Olímpico e, desse modo, tentar despertar as pessoas para estarem atentas a várias questões. Fi-lo da pior maneira e o que consegui foi precisamente o inverso daquilo que pretendia. A imagem do Movimento Paralímpico ficou afetada porque alguém que representa a instituição que mais apoio dá aos atletas com deficiência veio queixar-se quando, no meio em que está inserido, é um privilegiado. Só pensei em mim e esqueci-me da realidade do Movimento Paralímpico no País, sabendo que a muito poucos são dadas melhores condições do que as que eu disponho. Mais uma vez, as minhas desculpas.

Os requisitos que pedi assim que cheguei ao Clube são os que tenho e foram essenciais para alcançar os resultados que conquistei. Porventura, se não estivesse no Sporting Clube de Portugal, não os teria conseguido. Mas na altura de retribuir, fiz o contrário. Esqueci-me de tudo e, por isso, repito, não fui um campeão. Sinto vergonha daquilo que disse. E pior: apesar de o Sporting se ter mostrado disponível para ouvir as minhas razões, eu preferi esconder-me. Não assumi o meu erro e menti. Menti a toda a gente e coloquei pessoas inocentes em posições delicadas, como é o caso de responsáveis do Sporting Clube de Portugal e do Fábio Lima, jornalista do jornal Record, que teve o cuidado de me perguntar várias vezes se podia publicar a entrevista na íntegra. Fui inconsciente e estou preparado para arcar com as consequências.

Ao meu Presidente, ao meu Clube e aos seus adeptos, peço que não deixem de acreditar e de apostar no Movimento Paralímpico. Aos meus companheiros de todos os clubes e de todas as modalidades, mas especialmente aos meus colegas no Sporting Clube de Portugal, prometo compensar-vos por todo o mal que fiz ao Desporto Adaptado ao dizer o que disse. Ao meu Clube e ao meu Presidente agradeço ainda a segunda oportunidade que, apesar de tudo, entenderam dar-me. Sob compromisso de honra, garanto que não vos voltarei a desiludir

Só espero que, um dia, possam todos perdoar-me."


Um abraço,
Por Luís Gonçalves, atleta do Sporting Clube de Portugal
Share on Google Plus

Sobre Unknown

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.

0 comentários: