As propostas de Bruno de Carvalho para melhorar a arbitragem

Entre uma série de medidas, o presidente do Sporting propõe acabar com os observadores ou despedir os atuais


Bruno de Carvalho publicou, na sua página no Facebook, uma série de medidas que entende como fundamentais para melhorar o estado da arbitragem em Portugal, tão criticada e posta em causa nos últimos dias. Entre elas, destaque para o fim ou despedimento dos atuais observadores, a divulgação pública dos relatórios dos árbitros ou voltar a penalizar com gravidade situações de penálti não assinalados ou mal assinalados.

"Só assim avançaremos para um futebol melhor, mais moderno e mais credível. E claro, para a dignificação da arbitragem", explica o líder leonino.

As propostas de Bruno de Carvalho:

1. Iniciar já a divulgação pública dos relatórios dos árbitros (sem notas pois a UEFA não permite);

2. Iniciar já o video-árbitro;

3. Acabar, pura e simplesmente, com os observadores, pois todos os jogos já são gravados, ou despedir todos os existentes e trazer novos sem vícios;

4. Nomear os melhores árbitros para os melhores jogos. Os árbitros com menos experiência têm de a ganhar em jogos de menor dimensão;

5. Contacto regular com os clubes de forma global e individual;

6. Acabar com o discurso corporativista e sim iniciar um discurso moderno, aglutinador e que seja perceptível para todos os amantes do futebol;

7. Voltar a penalizar com gravidade as situações de penáltis não assinalados ou mal assinalados, decisões erradas que viram esta época diminuído o seu peso na avaliação;

8. Permitir a humanização do árbitro não apenas pela filosofia de "errar é humano" mas de eles poderem reconhecer o erro publicamente;

9. Ter em atenção as posições públicas (plataformas digitais e afins) de cada árbitro e as suas exibições em cada jogo como critério a ter seriamente em conta nas nomeações;

10. Serem conhecidos publicamente os critérios de nomeação e de avaliação conforme compromisso assumido;

11. Exigir a verdadeira profissionalização dos árbitros, ou pelos menos um grupo deles, incluindo os assistentes, e não o que agora acontece em que os internacionais são apenas 8 mas não têm os assistentes (e serem conhecidos os critérios de atribuição do estatuto de internacional).

@Record.pt
Foto: Pedro Ferreira
Share on Google Plus

Sobre Smile Brain

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.

0 comentários: