Juskowiak:«Sporting tem de provar que é melhor equipa que o Legia»

Leões jogam amanhã em Varsóvia um lugar na Liga Europa. Mas polacos sabem da fraqueza leonina: 14 derrotas em 21 jogos.


Andrzej Juskowiak tem um "enorme carinho pelo Sporting", mas vai "torcer pelo Legia" no jogo de amanhã, em Varsóvia. A explicação é simples: "Eles nunca ganharam um jogo na Champions e podem fazer história. Alem disso era bom continuar a ter uma equipa polaca nas competições europeias, na Liga Europa."

O antigo avançado leonino (1992-95) é agora comentador de televisão e vai ao jogo para comentar e "rever amigos". E espera ver um leão "irritado" pela forma como perdeu com o Real Madrid, na última jornada (2-1, em Alvalade), e a querer mostrar em Varsóvia "que é melhor equipa do que o Legia" e assegurar um lugar na Liga Europa.

Mas atenção, segundo Juskowiak, os polacos sabem que "as viagens são o calcanhar de Aquiles" da equipa leonina e vão querer explorar o fator casa.

De facto, o registo dos leões fora de Alvalade em jogos da Liga dos Campeões mão mentem. Desde que o novo modelo da Champions entrou em vigor (1992), o Sporting participou na prova apenas sete vezes (desde 1997). E tem um registo negativo fora de portas: 14 derrotas, quatro empates e três vitórias em 21 jogos. Esta época, a equipa de Jesus já perdeu em Madrid (2-1) e Dortmund (1-0). Agora vai jogar num campo onde o campeão Europeu sofreu e não venceu. "O Real Madrid sofreu três golos no campo do Légia (3-3)!, quem diria que era possível?", atirou Andrzej Juskowiak.

Em Portugal ficou conhecido por "Jusko", o dono de um dos golos mais bonitos do campeonato, um pontapé de bicicleta no jogo com o Boavista, em 1994: "Foi bonito e ainda hoje me falam dele." Assinou pelo Sporting antes dos Jogos Olímpicos de Barcelona, onde brilhou. Choveram convites, mas "nunca" se arrependeu de ir para Alvalade, onde diz ter jogado com grandes jogadores.

A comitiva do Sporting viajou ontem e foi recebida com frio em Varsóvia. Para a hora do jogo estão previstas temperaturas baixas - cerca de 6 graus negativos - neve e chuva. Para Juskowiak a temperatura não será desculpa, mas, claro, poderá fazer a diferença. E além da meia calça e camisolas térmicas por baixo do equipamento, os leões podem ainda recorrer a bandas de aquecimento para os pés e salpicar as chuteiras com sal para maior aderência ao relvado.

@DN.PT
Share on Google Plus

Sobre Smile Brain

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.

0 comentários: