Jorge Jesus: "Estamos num momento apertado"

Técnico do Sporting fez a antevisão da partida com o Belenenses. Jorge Jesus falou da crise, da atitude da Juve Leo e voltou a abordar a arbitragem no dérbi com o Benfica.


É o momento mais difícil no Sporting?

"Desde que cheguei ao Sporting tivemos um percurso quase sempre a ganhar. Não estávamos habituados a esta situação. Tudo se alterou numa semana. Tivemos uma crise de resultados com um jogo em que podíamos ter saído com um ponto de avanço e saímos com cinco de atraso. Tudo passa por esse jogo. Podemos contrariar adversários, não podemos é contrariar outras situações que acontecem no jogo. Não estou habituado a estar a oito pontos, aqui. Tenho de me habituar. Há muitos objetivos para conquistar, o campeonato e outras competições."

Belenenses

"É sempre difícil jogar no Restelo. O Belenenses está a fazer uma boa campanha, tem feito bons jogos e tirou pontos a um dos rivais. Vamos encontrar uma equipa que está moralizada em função dos últimos resultados. O Sporting vai tentar também colocar o seu jogo no Restelo da melhor forma, como não o conseguiu fazer com o Braga, e tentar sair de Belém com uma vitória."

Juve Leo

"Surpreendeu-nos pela positiva, na tentativa de dizerem aos jogadores, além dos desejos de Bom Natal, que mantêm a confiança neles e que estamos todos juntos. Atitude muito bonita porque esta forma de comunicar e de demonstrar que se está com a equipa quando as coisas não correram bem com o Braga foi muito positivo para os jogadores. Eles não foram pedir explicações."

Arbitragem no dérbi

"Fui explícito. Todas as pessoas que estão ligadas ao futebol viram esse jogo e sabem o que estou a dizer. Não importa mais estar a falar da outra equipa. Às vezes aparecem equipas mais fortes que não conseguimos contrariar".


Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt
Share on Google Plus

Sobre Smile Brain

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.

0 comentários: