Sporting ainda espera entrada de investidores.

Haitong negoceia com interessados, mas estes só admitem colocar M€ 18 se a participação social se mantiver após conversão dos VMOC


Em 2026, com a reconversão de M€ 190 em Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis (VMOC), o capital social da SAD atingirá os M€ 275, sendo que atualmente está fixado nos M€ 67

O banco chinês Haitong, mandatado para encontrar um investidor que assegure a entrada de 18 milhões de euros na SAD liderada por Bruno de Carvalho, através do aumento de capital de M€ 67 para os M€ 85, está com dificuldades em consumar o processo, dado que, sabe O JOGO, os potenciais interessados só admitem avançar se mantiverem a mesma participação percentual na sociedade depois da reconversão dos VMOC (Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis) em capital.

Tudo porque com a conversão de 190 milhões de euros de VMOC em capital social prevista para janeiro de 2026, um acionista de referência como a Holdimo, hoje com 29,9% da SAD – correspondente a M€ 20 dos M€ 67 do presente capital social –, pode ficar com uma participação percentual na sociedade de 7,3%. Para evitar isso mesmo, os potenciais investidores que estão em contacto com o Haitong pretendem que o Sporting, em consonância com as entidades financeiras que sustentam o plano de reestruturação financeira [casos do Novo Banco e Banco Comercial Português], assegure que o investimento a efetuar de M€ 18, correspondentes a 21,2% da

Novo Banco e Sporting delegaram no banco chinês Haitong, ao qual tem ligação o sportinguista José Maria Ricciardi, a negociação com novos investidores
SAD, face aos M€ 85 de capital social, não fique diluído em apenas 6,5% da sociedade quando a reconversão de todos os VMOC for consumado.

Sem a entrada de novos investidores, fica por concluir uma etapa do plano de reestruturação financeira. No decurso da última semana, o Sporting informou que após a conversão final dos VMOC, considerando as restantes operações entretanto aprovadas e contempladas no plano de reestruturação financeira acordada com as entidades bancárias, o Sporting ficará com 50,1% da SAD, percentagem essa correspondente a M€ 137,8 de M€ 275, a consumar em 2026.

Por Rui Miguel Gomes
@Jornal OJOGO
Share on Google Plus

Sobre Smile Brain

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.

0 comentários: