Carlos Dolbeth: «Se tu provocas, estás sujeito ao troco»

Comentador do Sporting defende Bruno de Carvalho.


Ao presidente do Arouca diz. “Se não queres levar com a cadeira na cabeça, não provoques, fica quieto no teu canto. Se não, estás sujeito. Mas isto é normal” - refere Carlos Dolbeth

Durante o programa ‘Juízo Final’, da Sporting TV, o comentador Carlos Dolbeth teceu ainda considerações, na análise ao incidente entre Bruno de Carvalho e Carlos Pinho.

Numa crítica aos comentadores dos programas de desporto, feitos na noite em que foram divulgadas novas imagens do túnel de Alvalade, Carlos Dolbeth fez comentários que podem ser entendidos como ‘combustível na fogueira’.

O comentador afeto ao Sporting considerou que “mesmo que Bruno de Carvalho tivesse cuspido” em Carlos Pinho, presidente do Arouca, não merecia repúdio. Pelo contrário: “Teria todo o meu apoio”.

Dolbeth justifica esse apoio com o facto de o presidente leonino “ter sido provocado” pelo seu homólogo do Arouca.

Mas as considerações polémicas de Dolbeth não se ficaram por aqui.

Carlos Pinho “vinha a gesticular e não estaria a dizer coisas simpáticas”.

“Se tivesse levado um tabefe nos olhos, era bem feito. Como o presidente do Sporting vinha com as mãos nos bolsos, o que é que acontece? Cuspiu”, diz.

“Mesmo que isso tivesse acontecido, ele tem todo o meu apoio. Exatamente por isso, porque foi provocado. E quando tu provocas, estás sujeito  ao troco. Mas os homens estão a ficar diferentes. Provocam, levam troco e vão fazer queixinhas.

E prosseguiu: “Quase me apetece dizer que não há homens como antigamente”.
“Não queres levar com a cadeira na cabeça, não provoques, não ofendas, fica quieto no teu canto. Se não estás sujeito às consequências. Mas isto é normal. Toda a minha vida foi assim que fui educado, foi assim que cresci, foi assim que aprendi”.

Fonte: http://ptjornal.com
Share on Google Plus

Sobre Carlos Martins

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.

0 comentários: