Carlos Xavier: «Resultado em Guimarães é inadmissível»

Declarações do antigo jogador do Sporting


Ao DN, Carlos Xavier, antigo capitão do Sporting, defende que em Guimarães "houve um relaxamento total dos jogadores, o que levou a um resultado impensável e inadmissível". Para o ex-jogador, que representou o clube verde e branco durante 13 anos, "tudo começou num penálti escusado de William Carvalho e terminou num terceiro golo obtido na sequência de outra falta sem sentido, cometida por Zeegelaar".

Carlos Xavier é, de resto, um forte crítico do defesa esquerdo holandês, acusando-o de "não fazer mais nada a não ser faltas escusadas, sendo incapaz de ganhar lances em antecipação". E não entende por que razão Jorge Jesus se recusa a entregar a titularidade de forma continuidade a Jefferson, "claramente o melhor defesa esquerdo do plantel e que até tinha estado em bom plano nos dois jogos anteriores". Carlos Xavier sustenta que "a constante rotatividade nas laterais da defesa (ver quadro) não contribui para que se ganhem rotinas".

Por outro lado, o antigo capitão acha que Adrien fez falta para suster a reação vimaranense. "É certo que quando ele saiu lesionado ainda só estava 1-0, mas trata-se da pedra basilar da equipa, do verdadeiro termómetro e comandante, com grande ajuda, é certo, de William Carvalho". Carlos Xavier acrescenta que com Adrien em campo "dificilmente o Sporting sofreria tantos golos em tão pouco espaço de tempo".

Carlos Xavier parece ter alguma razão, pois Adrien já tinha sido substituído em três das quatro ocasiões de colapso coletivo que custaram golos sofridos em poucos minutos. O capitão só estava em campo no naufrágio de Vila do Conde...

Fonte: DN
Share on Google Plus

Sobre Smile Brain

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.

0 comentários: