«Tem de ser este o espirito» - Gilberto Borges (Director Hóquei Sporting)

Director do Hóquei leonino faz balanço da participação na Elite Cup


Aproveito este meu espaço para trazer aqui uma pequena reflexão. Entre 16 e 18 de Setembro disputou-se a 1ª edição da EliteCup, organizada pela Associação Nacional dos Clubes de Patinagem. Foi um evento excelente para a promoção da Modalidade HP, em Portugal e além fronteiras, uma vez que os jogos mais importantes e decisivos tiveram a transmissão em canal televisivo de grande share. Evento que teve fins solidários e que já granjeou alto interesse para passar a ser o acontecimento mais importante de cada início de época, juntando em sistema de play-off as 8 melhores equipas portuguesas. Afinal, a fina flor com os melhores hoquistas do Mundo reside em Portugal.

O Sporting CP apresentou-se disposto a discutir o título tal como todos os demais, embora na hora do desaire se deixe soltar a língua para a desvalorização do evento. Ficamos a saber que os nossos concorrentes só apareceram para preparação da pré-época mas afinal tudo fizeram para ganhar ao "Leão".

Bom nível de arbitragens e excelente resultado no que respeita à introdução de medidas de controlo dos jogos, com recurso a um 4º árbitro. Em meu entender as medidas ensaiadas podem e devem ser rapidamente implementadas usando apenas os actuais 3 árbitros.

O Sporting CP com um novo técnico e uma equipa com 5 entradas mostrou à saciedade um melhor apronto após um mês de preparação. Foi sobretudo pelo estágio feito em Barcelona, no Centro de Alto Rendimento para a especialidade HP, que a diferença se notou. Vencemos no 1º dia o OC Barcelos, detentor da Taça CERS por claros 4-1; Vencemos o eterno rival por 7-6, lisonjeiro para eles que são campeões europeus e nacionais, em título. Uma diferença de 3 golos seria o mais justo. Na final, defrontámos uma equipa bem organizada e orientada mas o Guillem vencedor foi Perez (3-1) e não Cabestany. Uma final que foi um hino ao Hóquei em Patins e onde os leões demonstraram que podem ainda crescer mais em colectivo e em competência finalizadora. Porque intensidade, garra e raça já estão incutidas nos carácter de cada um dos eleitos para representar o Sporting CP.

Uma palavra final para a soberba prestação de Ângelo Girão que foi a cereja no topo do bolo. O prémio de melhor jogador do evento assenta-lhe bem e sentimos um enorme orgulho em termos no nosso seio o melhor GR do Mundo!

PARABÉNS EQUIPA, PARABÉNS GUILLEM PEREZ, PARABÉNS STAFF. UMA PALAVRA FINAL PARA OS MUITOS ADEPTOS INDEFECTÍVEIS QUE TEIMAM EM ACOMPANHAR-NOS DESDE IGUALADA A ALJUSTREL E AGORA A COIMBRA. UM TALISMÃ VERDE E BRANCO!

Por Gilberto Borges (Director Hóquei Sporting)
Share on Google Plus

Sobre Smile Brain

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.

0 comentários: