Luís Figo e a "dream team" que nunca chegou ao título

Antigo jogador de Sporting e Real Madrid recorda a equipa que mais o impressionou em Alvalade



Luís Figo recordou, em entrevista ao jornal As, a temporada em que defrontou o Real Madrid, quando ainda representava o Sporting. Na primeira mão da Taça UEFA 1994/95, os leões venceram na primeira mão, golos de Oceano e Sá Pinto, mas perderam por 1-0 em Madrid, tendo sido eliminados.

"Era uma equipa! Balakov, Juskowiak. Depois assinaram com o Paulo Sousa, o Pacheco, do Benfica... Brasileiros como Luisinho, Venâncio... Joguei também com o Carlos Manuel, Douglas... También Rijkaard, mas nessa altura eu era praticamente um menino. Tenho uma fotografia com ele. Fui treinado por gente como Bobby Robson, Queiroz...", recordou.

Luís Figo acabou por vencer apenas uma Taça de Portugal ao serviço do Sporting, clube que representou "desde os 12 aos 22 anos" e onde aprendeu "tudo".

Na antevisão ao Real Madrid-Sporting de amanhã, a formação do Sporting voltou a ser tema de conversa. "O Sporting sempre teve uma boa cantera. É comparável à do Ajax, apenas com outra filosofia de jogo. Forma grandes jogadores. A grande referência quando eu lá estava era o Futre. Depois saí eu, o Simão, Cristiano, Nani...", afirmou.

Fonte: DN
Share on Google Plus

Sobre Smile Brain

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.

2 comentários:

Lion1979 said...

Boas,algo está mal nesse texto, como é que é possível ganhar 2-0 na 1mão e perder 1-0 na segunda e ser eliminado? Salvo erro perdemos 1-0 em Madrid e enviamos 3 bolas ao barrotes,e em Alvalade ganhámos 2-1 depois de estar a ganhar 2-0 com golos de oceano e Sá Pinto e o lemajic lembrou se de dar uma casa e levou uma chapelada do laudrup, e Lembro-me de aos 90 min o cadete estar a ver a bola a passar na linha de golo e ficar a olhar em vez de a meter lá dentro

Prof. André Carvalho said...

Este artigo está cheio de incorreções. Primeiro a ordem dos jogos está trocada. O Sporting jogou primeiro em Madrid, onde perdeu e depois em Lisboa, onde ganhou por 2-1 com um falhanço incrível de Jusko mesmo no final do jogo. Depois, esta equipa já não tinha Paulo Sousa. Muito menos Luisinho ou Douglas que jogaram bem antes disto. Era, sem dúvida, uma equipa de sonho. A meu ver sem paralelo desde então. Infelizmente a ganância e pouca inteligência de Sousa Cintra (que entretanto saiu nesta época para dar lugar a Santana Lopes) colocou tudo a perder, despedindo Robson e trazendo Queiroz