"Adrien vai continuar a defender o clube os adeptos" - Manuel Silva, pai de Adrien

Manuel Silva, pai do capitão leonino falou à Antena 1 e sublinha que os dirigentes estão a faltar à palavra


É mentira que não tenham chegado propostas a Alvalade para a saída de Adrien Silva. Foi esta a ideia principal do pai do capitão leonino que critica a atitude dos dirigentes leoninos perante o momento que vive o jogador. "Estão a faltar ao respeito perante um jogador que está no clube há 15 anos e tem sido um profissional exemplar. Não vale a pena responder ao comunicado do Sporting. A palavra dada deve fazer mais que os contrato. As pessoas têm de saber atender e falar com um jogador que há 15 anos cumpre um serviço leal com um clube que nos merece todo o respeito. Temos todo o respeito pelo clube e pela massa adepta. Tudo isto era escusado se as pessoas respondessem", refere Manuel Silva.

Sobre a proposta vinda o Leicester City, que o Sporting negou ter recebido, o pai do internacional português confirma que ela chegou mesmo. "É mentira o que dizem. Chegou essa e outras. Era de 30 milhões de euros", confirmou, admitindo que se o jogador ficar algo mudará. "Vai continuar a defender o clube os adeptos, aí será igual". Mas com os dirigentes ficará uma ferida aberta. Tenho respeito pelo presidente do Sporting, mas as pessoas têm de falar. Somos gentes de bem. Ninguém espetou facas em quem quer que seja."

O pai de Adrien lembra ainda, em declarações à rádio Antena 1, que o clássico com o FC Porto foi difícil para o jogador. "Entrou no Sporting com 12 anos. Como está com a cabeça agora? As pessoas que estão à frente do clube têm de perceber isso. Foi um fim-de-semana muito complicado para ele. Esteve à altura no jogo mais importante da época, até agora, Tenho muito orgulho de ter um filho assim", destacou.

Fonte: Antena1
@Rdp.pt

Share on Google Plus

Sobre Smile Brain

Portal de informação diária relacionada com o Sporting Clube de Portugal. Artigos, Reportagens e Exclusivos relacionados com a maior potencia desportiva nacional.

6 comentários:

Anonymous said...

"um jogador que há 15 anos cumpre um serviço leal com um clube que nos merece todo o respeito" - só para relembrar que o Adrien com 15 anos (ou perto disso) saiu do Sporting para o Chelsea (foi a primeira vez que aconteceu em Portugal estas fugas, algo que agora já é natural...), voltou depois porque viu o erro que cometeu, portanto a palavra lealdade aqui dita pelo pai e também anteriormente dita pelo Adrien não me parece nada bem aplicada... Também acho graça que quando estão a jogar bem queiram mais ordenado, sair, etc mas quando não jogam bem não reduzem o ordenado... Também convém os adeptos perceber quem está por trás de tudo isto, o agente que quer destruir o Sporting porque não tem o clube na mão!

Juca said...

"Adrien vai continuar a defender o clube os adeptos"
Os adeptos não precisam de defesa de mercenários ingratos. Pagam os 45 e vão à vossa vida.
Não pagam? Até 2020 há muita beata para apanhar no estádio.
Nada de pactuar com parasitas!

Unknown said...

Concordo 200% com o anónimo acima... Em tudo.

Anonymous said...

É a guerra que foi a renovação quando estava na académica? O Cedric renovou e ele é o pai andaram armados em parvos numa altura em q o Sporting não tinha dinheiro pr mandar cantar um cego.
Lealdade ao papel. Isso sim. Este gajo nunca mais pode envergar a braçadeira de capitão.

Paulo said...

O Amor que ele sente por o clube é muito caro, capitães mercenários não obrigado

Gonçalo Lorena said...

So tem orgulho no filho, porque o Sporting o formou para ser um grande jogador, e com lealdade assinou a 7 meses o melhor contrato do nacional e com lealdade quer agora dar o salto! Estes paizinhos só pensam em papel...